quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

CONTOS DE LULU - A NOITE EM QUE LULU DEU O CUZINHO DE CALCINHA PARA O TIO E O PRIMO.


Minha rotina durante minhas férias mudou depois que passei a ser a putinha do meu tio e do meu primo, de dia levava uma vida normal, brincava com meus amiguinhos na praia e com meu primo de videogame. Meu tio passou a proibir minha ida a piscina da pousada, que ficava na parte da frente de nossa casa, pois segundo ele, ouviu uma turma de hóspede, todos homens comentado admirados sobre minha bundinha e minha beleza e meu tio ficou muito aborrecido com o fato. Confesso que no íntimo gostei daquela situação, ver meu tio e meu primo zangados com o efeito da minha presença nas pessoas, principalmente nos homens.
Alêm de ser moreninho da cor de jambo, tinha olhos verdes, minha mãe até hoje sofre com piadas sobre eu ter nascido com olhos verdes, já que a maioria dos meus parentes são negros ou morenos, fui premiado com um baita olhão verde.
Para não contrariar meu tio, procurei evitar tomar banho na piscina da pousada, passei a tomar meu banho no mar, que ficava na frente da pousada.
Certa noite ao chegar em casa para dormir, meu tio me entregou um pacote.
- Veja o que trouxe pra você, meu amor! - disse meu tio ao me beijar no rosto.
- É aquilo que estou pensando pai? - perguntou Caio ao piscar o olho para meu tio.
Estranhei a atitude dos dois que começaram a rir, mas mesmo assim abri o pacote e me depararei com uma certa quantidade de calcinhas, todas bem sexy.
- Pra quê isso, tio? - perguntei sem entender o presente - Não sou menina, eu uso cueca!
- Eu sei que você é um menino, seu bobo! - disse ele ao balançar a cabeça - Mas quero te pedir uma coisa....
- Papai quer que você experimente pra nós essas calcinhas! - completou Caio ao baixar meu short - Você não vai negar isso para nós seu pirralho.
Entendi o olhar ameaçador do meu primo, ele de alguma forma me dava medo, ele sempre ao me comer fazia questão de me machucar, me penetrava com força, diferente do meu tio, que era mais carinhoso comigo.
Relutante, obedeci, me despi e coloquei uma calcinha, era bem pequenina, tipo fio dental, minha bundinha ficou linda  com aquele fiozinho atolado no meu rego, os olhos do meu tio brilharam, já meu primo parecia babar de tanto tesão. Dei umas voltinhas pelo o quarto, me olhei no espelho e confesso, gostei do que vi, estava parecido uma menininha, aquilo me deixou excitado também.
- Puta que pariu pai! - exclamou Caio ao me dar uma palmada na minha bunda - Que priminho mais tesudo....parece uma putinha.....
Em silêncio, meu tio me arrastou até a sua cama e me fez ajoelhar na borda da cama, me deixando de bunda empinada, puxou o fiozinho do meu cu e lascou sou língua, gemi com aquele carinho, era gostoso demais, estava começando a seguir o conselho dele, tinha que relaxar e procurar tirar prazer daquilo tudo, percebi que a dor da penetração ficava suportável quando eu estava excitado.
Meu tio lambuzou meu cuzinho com sua pomada anestesiante e socou sua rola de uma vez em meu rabo, rasgando meu rego, não deu tempo de gritar pois meu primo atolou sua rola em minha boca, me sufocando, o cretino ficou movendo sua rolona para dentro da minha boca, machucando minha garganta, lágrimas saíram dos meus olhos, fui literalmente devorado, meu tio encheu meu cu de porra, deixando todo meladinho para a pica do meu primo que deslizou para dentro do meu cuzinho, que naquele momento era uma cratera só todo arrebentado, enquanto meu primo Caio me fudia, meu tio me segurava, pois de todas formas tentava me soltar dos braços do meu primo que montava sobre mim feito um cavalo, meu tio incentivava seu filho a me fuder com mais força.
O tarado do meu tio, pegou uma máquina fotográfica e começou a tirar fotos da foda, de todos os ângulos e maneiras.
Meu primo Caio caiu exausto ao meu lado, todo suado e ainda exibindo uma ereção, era sempre assim, seu pau demorava a descansar após gozar.
Com as pernas bambas e com o cu ardendo, me desfiz da calcinha toda melada de porra e fui ao banheiro me assear, um filete de sangue deslizou  entre minhas coxas.....se continuar  sangrando cada foda vou ficar anêmico, pensei ao voltar para o quarto e me acomodar na cama entre meu tio e meu primo, mas antes a pedido deles vesti outra calcinha e adormecemos.

Continua nos próximos capítulos......


Nenhum comentário:

Postar um comentário